Mercado de Trabalho

5 erros comuns ao abrir um consultório de nutrição, evite!

dietwin
Escrito por dietwin em 19 de setembro de 2017
TABELA NUTRICIONAL

Quer saber como montar tabelas nutricionais de maneira rápida sem ter que fazer cálculos? Informe o seu e-mail e pressione o botão ao lado.

Após formado, o sonho de quase todo nutricionista é abrir um consultório de nutrição, mas nem sempre isso é uma tarefa fácil. É preciso redigir um projeto que contemple tudo o que você vai precisar, como equipe, ferramentas, softwares, entre outras coisas, além de estabelecer quais são os principais problemas que você pode enfrentar, pois só assim você vai estar preparado caso eles ocorram.

Para evitar confusões e se prevenir, confira a seguir os 5 erros mais comuns ao abrir um consultório de nutrição!

1. Não conhecer o público-alvo

Antes de pensar no lugar ideal e começar a fazer planos, é interessante que você já tenha estabelecido quem será seu público-alvo, pois é ele que vai determinar como você deve se posicionar e gerenciar a sua clínica.

Se você planeja focar a sua clínica em nutrição esportiva, é interessante escolher um local que possua pelo menos uma academia ou centro esportivo num raio de 2 a 3km, por exemplo. Da mesma forma, se você procura criar uma clínica mais acessível, deve considerar atender a diferentes convênios e oferecer consultas com preços mais em conta.

2. Não levar a gestão de finanças à sério

No começo pode não parecer tão importante controlar as finanças, mas com o tempo você vai perceber que essa é uma das principais ferramentas para sua clínica prosperar. Sendo assim, mantenha sempre seu fluxo de caixa atualizado, anotando todas as entradas e saídas de capital.

Outro erro comum é misturar sua conta pessoal com a conta profissional, pois uma hora é provável que você confunda seus gastos com os da clínica e acabe cortando coisas essenciais para seu bom funcionamento.

3. Não possuir um software adequado

tecnologia ideal pode te poupar tempo e tornar a gestão de seu consultório muito mais simples, além de facilitar o trabalho de sua equipe e torná-la mais motivada.

Atualmente, existem softwares capazes de realizar cálculos rapidamente, disponibilizar informações financeiras de seu consultório, conferir os cadastros de pacientes e oferecer prontuários eletrônicos para facilitar a consulta.

4. Não investir em marketing

A concorrência no ramo da nutrição é cada dia maior, especialmente em grandes centros urbanos. Dessa forma, você precisa investir em marketing para que sua clínica se destaque das demais e atraia mais pacientes.

Entre a sua estratégia de marketing, é importante destacar o digital, pois as pessoas estão cada dia mais atreladas ao celular e às suas redes sociais. Considere criar uma página no facebook e instagram para oferecer conteúdos de qualidade a fim de despertar o interesse de potenciais clientes.

5. Não estabelecer um plano de metas

Estabeleça metas de quantos pacientes deve atender no período de um mês — afinal, você precisa de um número mínimo de consultas para que a clínica continue funcionando.

Essas metas são muito positivas para o crescimento do consultório, pois dão uma ideia do atual status da clínica, isto é, se ela está funcionando como deveria, se precisa investir mais em marketing ou se o atendimento está bom.

Elas sempre vão impulsionar você e sua equipe à ação. Logo, mesmo que você não as atinja, estará procurando meios de impulsionar o crescimento do seu consultório.

Agora que você já conhece os principais erros na hora de abrir um consultório de nutrição, vai estar mais seguro e preparado para enfrentar qualquer problema que possa surgir no caminho. Para ter ainda mais sucesso, confira essas 6 dicas e veja que administrar sua clínica não precisa ser tão difícil.

 

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dúvidas? Entre em contato

Realizamos o suporte via e-mail.