Mercado de Trabalho

Carreira: conheça 9 áreas de atuação de um nutricionista

dietwin
Escrito por dietwin em 31 de outubro de 2017
TABELA NUTRICIONAL

Quer saber como montar tabelas nutricionais de maneira rápida sem ter que fazer cálculos? Informe o seu e-mail e pressione o botão ao lado.

Nutricionistas que acabaram de sair das faculdades ou com pouco tempo de experiência geralmente têm dúvidas frequentes sobre como dar continuidade à carreira. Alguns acabam abrindo seus consultórios antes mesmo de conhecerem outras áreas de atuação de um nutricionista.

Isso se deve não por falta de interesse, mas talvez por não conseguirem acompanhar as rápidas mudanças na sociedade e as demandas em relação ao trato com a alimentação e saúde. Por isso, é muito importante conhecer todas as áreas de atuação para identificar qual delas melhor se encaixa no seu perfil.

O campo de atuação do nutricionista é muito amplo, e neste post você conhecerá interessantes e promissoras áreas de trabalho. Confira!

1. Nutrição clínica e ambulatorial

Asilos, consultórios e grandes hospitais requerem a orientação de um nutricionista para prestar assistência na dieta dos indivíduos. Os nutricionistas que optam por atuar no ambiente hospitalar, por exemplo, se encarregam da alimentação dos pacientes e do monitoramento de suas condições nutricionais.

Também tem crescido a atuação de nutricionistas em clínicas multidisciplinares. Esse profissional pode se especializar e atuar em vários campos, como no tratamento de: obesidade, câncer, doenças crônicas, alergias e intolerâncias alimentares.

O nutricionista clínico também pode direcionar seu atendimento para crianças, gestantes, idosos ou até mesmo atuar no campo estético.

O profissional que escolhe essa área deve ser estudioso e se manter por dentro das atualidades do campo da nutrição. Outra questão importante é que ele tenha um bom equilíbrio emocional para lidar com as adversidades que podem aparecer nos âmbitos clínico e ambulatorial.

2. Nutrição esportiva

Quem procura por bons resultados numa prática de exercício físico não pode dispensar o monitoramento nutricional. Academias e clubes esportivos, por exemplo, necessitam de um nutricionista para acompanhar os praticantes de atividade física e atletas.

O nutricionista desse ramo pode também atender atletas de alto desempenho e instruir equipes participantes em competições esportivas e que desejem resultados rápidos. Com o acompanhamento de um nutricionista, o atleta poderá reduzir lesões, garantir depósitos de energia e prevenir o cansaço excessivo.

O nutricionista que deseja atuar nessa área deve se manter atualizado e ter conhecimentos básicos sobre modalidades esportivas e exercícios físicos. Ser criativo na elaboração de estratégias que se adéquem aos objetivos do cliente também é desejável.

black-friday-dietwin

3. Saúde coletiva

No Brasil, quase metade da população está acima do peso. Sendo a alimentação inadequada uma das causas da obesidade, a área da saúde coletiva tem demanda frequente por nutricionistas. Os postos de atenção básica em saúde, ambulatórios e vigilância sanitária são alguns dos locais para o profissional trabalhar nessa área.

Além deles, organizações não governamentais (ONGs) costumam procurar nutricionistas para desenvolverem programas de combate à desnutrição. Buscar informações junto a instituições públicas e privadas que trabalham com projetos sociais pode criar oportunidades interessantes.

Você, que deseja atuar na área de saúde coletiva, precisa ser engajado nas questões que se referem à segurança alimentar e nutricional da população brasileira. O nutricionista dessa área deve ter uma visão generalista: nesse campo de atuação, é primordial o conhecimento mínimo de todas as outras áreas.

4. Docência

O nutricionista também pode atuar dentro da sala de aula. Quem envereda pela docência terá a chance de lecionar em cursos técnicos, de graduação e de especialização na área de nutrição e alimentação. Esse profissional também pode desenvolver pesquisas científicas.

Dividindo seu tempo com as aulas em instituições de ensino ou centros de pesquisa, o nutricionista docente também assume outras atividades, como orientações e elaboração de projetos junto à população e comunidade acadêmica.

Para quem quiser se dedicar à área, a recomendação é buscar qualificação, obtendo as titulações de mestrado e doutorado. É necessário também ter vocação para a área acadêmica e gostar de ler e de produzir artigos científicos. Ter facilidade de transmitir conhecimentos também é indispensável para quem quer seguir carreira docente.

5. Indústria alimentícia

A indústria também é uma das áreas de atuação de um nutricionista. As empresas de suplementos alimentares e alimentos em geral são as grandes contratantes de profissionais para esse setor.

Para saciar os desejos das pessoas que todos os dias procuram por novidades para sua alimentação, o nutricionista na indústria pode desenvolver produtos e estudos experimentais para um novo gênero alimentício. O profissional também pode participar do melhoramento de um produto com vistas a ser introduzido no mercado de consumo.

Gostar de trabalhar em laboratórios realizando pesquisas experimentais é um requisito para quem deseja atuar nessa área. Outro ponto importante é estar por dentro das necessidades do mercado para o desenvolvimento de novos produtos.

6. Alimentação coletiva

Uma das áreas de atuação de um nutricionista que mais gera empregos é a relacionada às Unidades de Alimentação e Nutrição (UAN).

Nesse campo de atuação, o profissional é responsável pelo gerenciamento do processo de produção de refeições. Ele tem a função de adequar a produção de acordo com as normas sanitárias, zelando pelas boas práticas de manipulação de empresas e restaurantes.

Esse profissional trabalha tanto em pequenos restaurantes como em unidades de produção que servem milhares de usuários diariamente. A alimentação escolar e as refeições produzidas em asilos, creches, escolas, hospitais e até mesmo em navios precisam de um nutricionista responsável.

Faz parte das atribuições desse profissional: gerenciamento e treinamento de funcionários, desenvolvimento de programas de educação alimentar, confecção de cardápios, compra de matéria-prima, controle de estoque, entre outras.

O profissional que deseja atuar nessa área deve ter boa capacidade de liderança e gostar de trabalhar com rotinas administrativas. Ter boa capacidade de resolução de problemas também é indispensável para quem deseja trabalhar em unidades de alta produção.

7. Consultoria nutricional

Algumas empresas necessitam da consultoria de um nutricionista para aperfeiçoarem a qualidade da sua produção. Nesse setor, o nutricionista pode, por exemplo, analisar os projetos de construção de cozinhas industriais e auxiliar na sua adequação às normas sanitárias.

Ele pode também ser contratado para treinar funcionários e trabalhar com o controle de qualidade, ajudando a empresa a ajustar sua produção de acordo com as legislações vigentes.

Para quem quer trabalhar nessa área, é importante estar por dentro das legislações que controlam o processo de produção de refeições. É necessário também que você seja disciplinado e tenha uma boa capacidade de organização para adaptar sua rotina de acordo com a necessidade do trabalho.

8. Marketing na área de alimentação e nutrição

O nutricionista da área de marketing participa da elaboração de materiais técnicos e educativos sobre diversos produtos.

Ele pode atuar diretamente na venda de suplementos alimentares, leite artificial, dietas enterais, entre outros. Esse profissional deve orientar médicos e nutricionistas sobre as vantagens de um produto e como ele deve ser utilizado.

Ter tino comercial é muito importante nessa área. Uma boa capacidade de comunicação também é indispensável. Você orientará outros profissionais em seus consultórios, tendo pouco tempo para apresentar as características do produto da sua empresa.

9. Gastronomia

A nutrição e a gastronomia são duas áreas que se relacionam. Na atualidade, muitos profissionais de nutrição têm procurado o aperfeiçoamento no ramo da gastronomia.

Quem se interessa por essa área pode desenvolver preparações de acordo com restrições alimentares e realizar adaptações de receitas para versões mais saudáveis. Muitos profissionais também vêm realizando cursos e oficinas em que ensinam as pessoas a cozinhar de forma saudável.

O profissional que deseja trabalhar nessa área deve gostar de cozinhar e ser criativo para elaborar receitas. Ser um bom empreendedor também é importante para se destacar.

Essas são algumas das diversas áreas de atuação de um nutricionista, carreira que tem grande importância na vida moderna. Não fique para trás! Mantenha-se sempre atualizado sobre as mudanças no ramo da alimentação e fique atento aos motivos pelos quais as pessoas procuram os serviços de um nutricionista.

Ficou surpreso com o campo vasto de oportunidades para os profissionais da nutrição? Que tal deixar um comentário em nosso post nos contando sobre qual área mais combina com você?

 

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dúvidas? Entre em contato

Realizamos o suporte via e-mail.